Pedido para que buscas por Lázaro Barbosa não sejam feitas em templos religiosos é negado


O Poder Judiciário do Estado de Goiás negou o pedido do Instituto de Defesa dos Direitos das Religiões Afro-brasileiras (Idafro) para que buscas por Lázaro Barbosa sejam feitas em templo religiosos, principalmente na região de Cocalzinho de Goiás. As informações são do G1. 

De acordo com a entidade, há registros de agressões, ameaças e destruição de símbolos sagrados pelos agentes da força-tarefa que visa prender o suspeito da Chacina em Ceilândia e de diversos outros ataques. A caçada por ele chegou ao 18º dia neste sábado (26). 

A reportagem perguntou ao Idafro na noite de sexta-feira (25), via e-mail, se a instituição recorrerá da decisão e aguarda a resposta. 

Para o juiz Fábio Cristóvão de Campos Faria, que negou o pedido de habeas corpus, o Idafro fez a solicitação sem comprovar previamente que os templos religiosos são, de fato, membros ou associados da entidade.

Fonte: Lindomar Rodriguês
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Redes Socias

Google Plus Facebook Instagram email Email

JP Viagens

Escritório de Advocacia

Arena I9

HOTEL ALENCAR

MSET DIGITAL

Dallas Carirí

Salles Quentinhas

Escritório de Advocacia

AL SOM

Inove Eventos

FARMÁCIA BIOFARMA

As Mais Lidas do Site

Total de visualizações do Site