Redução do ICMS para combustíveis e energia elétrica é aprovada na Assembleia Legislativa do Ceará

A proposta segue para a sanção da governadora Izolda Cela

Foto: Ilustração

WWW.ASSARENOTICIAS.COM.BR

A Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) aprovou, nesta terça-feira (12), o projeto de lei 105/22 segue a Lei Complementar 194/22, que limita a 18% o valor do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para combustíveisgás naturalenergia elétricacomunicações e transporte coletivo. A proposta segue para a sanção da governadora Izolda Cela (PDT).

A lei de redução do ICMS é de autoria do deputado federal Danilo Forte (União).

No Ceará, a proposta visa adequar a legislação estadual às alterações introduzidas pela Lei Complementar nº 194, de 23 de junho de 2022, que acrescentou o artigo 32-A à Lei Complementar nacional nº 87/86, que, entre outras medidas, passa a tratar combustível, gás natural, energia elétrica, comunicações e transporte público como bens e serviços essenciais.

Ainda durante a sessão, os parlamentares cearenses aprovaram o projeto de lei complementar 15/22, altera a Lei Complementar Estadual nº 37, de 26 de novembro de 2003, que institui o Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop).

A proposta tem o intuito de adequar a legislação estadual às alterações introduzidas pela Lei Complementar nº 194, de 23 de junho de 2022, que acrescentou o artigo 32-A à Lei Complementar nacional nº 87/86, que, entre outras medidas, passa a tratar combustível, gás natural, energia elétrica, comunicações e transporte público como bens e serviços essenciais, não podendo ser considerados supérfluos.


Por : Redação CN7

 

Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Redes Socias

Google Plus Facebook Instagram email Email

JP Viagens

Escritório de Advocacia

Arena I9

HOTEL ALENCAR

MSET DIGITAL

Dallas Carirí

Salles Quentinhas

Escritório de Advocacia

AL SOM

Inove Eventos

FARMÁCIA BIOFARMA

As Mais Lidas do Site

Total de visualizações do Site